Como comprar passagem de avião barata

Fique por dentro das dicas que os educadores financeiros Silvio Bianchi, da DSOP Educação Financeira, e Pedro Braggio dão sobre o assunto

A

viagem de avião economiza tempo, já que ela permite vencer grandes distâncias em poucas horas. E o sonho de voar está cada vez mais fácil de ser realizado: há muitas companhias operando voos dentro e fora do Brasil, praticando preços competitivos, com o objetivo de atrair o maior número de consumidores. Só é preciso saber quando, onde e como comprar. Caso contrário, o valor das passagens pode aumentar muito o custo total do seu passeio. Fique por dentro das dicas que os educadores financeiros Silvio Bianchi, da DSOP Educação Financeira, e Pedro Braggio dão sobre o assunto.

Compre antes

Se possível, programe suas férias com pelo menos seis meses de antecedência. Assim, você poderá conseguir descontos de até 50% na compra das passagens aéreas. Isso porque as companhias dividem as poltronas dos aviões em grupos, com diferentes preços, de acordo com a época em que são vendidos (quanto mais próximo da data do embarque, mais cara é a passagem). 

Recorra aos sites que agregam ofertas e oferecem a possibilidade de compras coletivas

Páginas como Decolar  e Submarinoviagens reúnem todas as passagens de diversas companhias aéreas, permitindo que você compare os preços, os horários e o número de escalas do voo. Além disso, esses sites geralmente oferecem bons descontos. Só um alerta: procure comprar sempre naqueles que oferecem um sistema de segurança eletrônica para pagamentos. Há outros, como o Melhores destinos, que reúnem as promoções feitas pelas companhias aéreas.

Voe em horários alternativos

Bilhetes emitidos para horários e dias menos movimentados costumam ser ofertados pelas companhias aéreas com um bom abatimento. Isso porque a procura por eles é menor. Viajar à noite ou no começo da semana, por exemplo, pode sair mais em conta.

Sabe usar milhas?

Se você possui um cartão de crédito, procure saber se ele oferece esse benefício. Geralmente, você pode transferir os pontos acumulados no cartão para programas de milhagens e emitir bilhetes, muitas vezes sem colocar a mão no bolso. É preciso ter a quantidade suficiente para bancar as passagens. Com as milhas, dá até para fazer uma viagem internacional sem custo algum com passagens aéreas – mas você paga a taxa de embarque, cujo preço varia de acordo com os aeroportos. O único cuidado é garantir os bilhetes com antecedência.

Siga as companhias aéreas nas redes sociais

Vale a pena acompanhar o que as companhias postam diariamente em sites como Twitter e Facebook. Elas costumam utilizar esses canais para divulgar promoções-relâmpago, com preços convidativos. Mas tente não comprar por impulso, sem planejamento. Existe o risco de perder a passagem, já que, nesses casos, ela costuma ter uma data de validade mais curta.

Tags: despesas economia gastos

Veja mais