Como fazer seu planejamento financeiro em 5 passos

Ele deve ser visto como um projeto de vida

Para dar início ao seu planejamento financeiro é necessário conhecer a fundo suas finanças pessoais. E você vai escutar isso de todos os melhores especialistas da área. Antes de pensar em como construir o seu planejamento, separe extratos de conta-corrente, saldo de investimentos, boletos e todo tipo de comprovante que te ajude a entender detalhadamente quanto você ganha e quanto gasta mensalmente.

O planejamento financeiro é um processo contínuo e deve ser feito sempre que tem uma meta ou um sonho para realizar. Ele deve ser visto como um projeto de vida, envolve equilíbrio entre receitas e despesas, ajuste de contas, escolha de investimentos e quando necessário, a renegociação de dívidas.

É importante lembrar que enquanto trabalha na conquista desse objetivo, você deve voltar de tempos em tempos para conferir se está seguindo à risca o que se propôs a fazer. Se estiver desorganizado financeiramente, saiba que este tipo de planejamento demora de seis a dois anos para colocar sua vida financeira em ordem de novo. Não desista e tenha foco. Confira algumas dicas para te ajudar nesse processo:

Planejamento financeiro não depende da sua renda

No Brasil, não é cultural o desenvolvimento da educação financeira na infância e juventude, consequentemente é natural ver adultos endividados e acreditando que apenas os mais ricos podem se programar para realizar grandes sonhos, e isso não é verdade.

Defina suas metas

Faça uma lista de todos os seus sonhos e desejos, especifique o valor deles, de acordo com a pesquisa de mercado que fizer. Finalizada essa etapa, veja se são metas para curto, médio ou longo prazo.

Viva de acordo com seu padrão de vida

Vivemos em uma sociedade voltada para o consumo. Acostumados com isso, acabamos nos deixando levar e assim assumimos um estilo de vida com padrões que não condizem com nossa renda. Há quem acredite que para ter uma vida financeira equilibrada é necessário viver como se ganhássemos bem menos do que realmente ganhamos. Atente-se aos seus hábitos de consumo.

Faça listas

Toda vez que precisar comprar algo anote isso em uma lista. Dessa maneira, você evita esquecer o que quer e quando chegar ao local irá diretamente aonde está o que deseja, evitando impulsos. A lista deve ser feita em casa, longe das muitas opções de shoppings e supermercados.

Invista!

Após conseguir poupar, chegou a hora de investir! Nesta etapa do processo, é importante observar se os riscos dos investimentos são compatíveis com o retorno esperado, para cumprir suas metas e o horizonte de tempo que se pretende deixar os recursos aplicados. O risco é um fator inerente aos investimentos. Quanto ao planejamento de investimentos, a recomendação é que seja revisado uma vez ao ano. Caso o cenário econômico exigir mudanças, não tenha medo de realizá-las.

Com informações de Dinheirama

Se você gostou do assunto deste texto, também pode se interessar por Como estruturar projetos a curto e longo prazos e Aproveitar a vida ou ganhar dinheiro?

Tags: finanças investimentos organização financeira planejamento financeiro projeto de vida seu dinheiro

Veja mais