Conheça como funciona e aproveite os benefícios da Farmácia Popular

Programa foi criado pelo governo federal e conta com uma rede própria de farmácias

Quem toma remédio para doenças crônicas, como diabetes e hipertensão, sabe que gastos regulares com remédios podem pesar no orçamento ao final do mês. Recorrer a uma Farmácia Popular ajuda – e muito – a reduzir esse peso. O programa foi criado pelo governo federal e conta com uma rede própria de farmácias, espalhadas em todo o país, além de parcerias com drogarias da rede privada, identificadas por um cartaz onde se lê: “Aqui tem Farmácia Popular”.

Segundo a porta-voz do Ministério da Saúde, Fabiane Silva, o programa oferece 112 medicamentos, além de preservativos masculinos e fraldas geriátricas. Alguns desses remédios são entregues gratuitamente, sobretudo os que tratam de doenças de maior alcance nacional (como a hipertensão, que atinge 33 milhões de brasileiros). Há, também, produtos vendidos com descontos de até 90%. “É o caso das fraldas geriátricas, dos contraceptivos, remédios para dislipidemia (excesso de colesterol no sangue), rinite, mal de Parkinson, osteoporose e glaucoma”, diz Rejane Marques da Silva, diretora comercial de uma das farmácias parceiras do programa.

O Farmácia Popular volta-se especialmente às famílias de menor renda, nas quais os gastos com medicamentos chegam a 12% da renda mensal, segundo Fabiane Silva. Mas qualquer pessoa pode participar. Basta se dirigir até um dos estabelecimentos participantes e apresentar o CPF e a receita médica ou odontológica, que pode ser de qualquer unidade de saúde pública ou privada.

Em geral, as receitas são válidas por até 120 dias, com exceção das que prescrevem contraceptivos, que possuem validade de 12 meses. “O medicamento deve ser dispensado de acordo com a posologia mensal, ou seja, todo mês o paciente deverá ir até uma farmácia credenciada para adquirir os remédios”, explica Rejane. A quantidade de cada produto farmacêutico liberado para a aquisição do paciente pode variar de acordo com as normas estabelecidas pelo Ministério da Saúde. Caso a prescrição do médico ultrapasse a cota mensal que pode ser adquirida pelo programa, o excedente terá que ser adquirido de modo particular.

Para conferir a lista de medicamentos disponíveis e encontrar as unidades da rede própria do Programa Farmácia Popular do Brasil no seu Estado, acesse o site do Ministério da Saúde.

Tags: farmácia popular qualidade de vida saúde

Veja mais