Mensalidade da escola atrasada? Negocie!

Confira maneiras de saldar dívidas das instituições de ensino das crianças

Muitas famílias fazem grandes sacrifícios para manter os filhos em colégios de qualidade, mesmo que isso signifique um gasto relativamente alto, ainda mais levando-se em conta a renda total dos pais. Porém, quando as despesas com a educação dos filhos saem do controle e não há uma reserva para ser usada com esse fim, qualquer desequilíbrio financeiro pode levar à interrupção do pagamento das mensalidades da escola, o que vai acarretar muitos outros prejuízos.

“Em algumas escolas, o aluno pode até ter sua matrícula recusada no ano seguinte, se as parcelas do pagamento não estiverem em dia”, explica Samy Dana, professor de finanças na Fundação Getúlio Vargas. Além disso, o pai que fica devendo também vai acabar passando ao filho um valor negativo. “Em termos de educação financeira, é péssimo para o filho saber que os pais são desorganizados com as contas, por exemplo”, alerta o consultor financeiro Louis Frankenberg, diretor executivo de planejamento e finanças pessoais da Associação Nacional dos Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade (Anefac).  

Quando não há mais como prevenir complicações e é preciso remediar, o ideal é recorrer a estratégias certeiras que podem ajudar na negociação. Confira o passo a passo recomendado pelos especialistas.

Tags: : família filhos Louis Frankenberg orçamento orçamento doméstico Sami Dana

Veja mais