Outlets de imóveis são opções para comprar com bom preço

Esse tipo de loja está aumentando sua área de atuação no Brasil

Na Europa e nos Estados Unidos os outlets de roupas são tão ou mais populares que os pontos turísticos tradicionais, por conta dos preços convidativos que oferecem. Aqui no Brasil, essas lojas também existem e, mais recentemente, ampliaram a sua área de atuação: há outlets de roupas, calçados, móveis, carros e até de imóveis. Esses últimos estão disponíveis na internet e reúnem as unidades que sobraram de empreendimentos lançados há pelo menos seis meses, com descontos que podem chegar a até 40%. O preço baixo é, de fato, o principal chamariz desse tipo de site. “O número de interessados vem crescendo em uma taxa de 32% ao ano”, diz Rogério Santos, diretor da RealtON, um dos maiores outlets virtuais do Brasil.

Além do desconto significativo para a compra, os imóveis vendidos por outlets oferecem outras vantagens. Uma delas é o prazo de entrega. “Como a maioria dos nossos imóveis estão prontos ou quase prontos, o cliente tem que esperar menos tempo para usufruir dele”, diz Santos.

Os interessados geralmente podem pesquisar os imóveis por região, tipo e tamanho e, em alguns casos, recebem atendimento online e presencial. No caso da RealtON, há uma janela de chat onde os interessados podem negociar, de acordo com as suas necessidades. “Alguns imóveis são tão requisitados que não temos tempo nem de anunciar na página da Internet”, afirma Santos. 

Os outlets chegam a negociar milhares de imóveis de uma vez, incluindo casas, apartamentos e salas comerciais. Os valores, segundo Santos, ficam entre R$ 280 mil e R$ 23 milhões.

Todo o cuidado é pouco

O principal cuidado, nesse tipo de negociação, é não se deixar levar apenas pelo menor preço. É essencial analisar se o imóvel realmente atende às suas expectativas, pois muitas das unidades anunciadas em outlets não têm a melhor vista, ficam em andares muito baixos ou muito altos. Além disso, no processo de compra, é preciso observar os mesmos procedimentos de segurança adotados na aquisição de um imóvel vendido por imobiliária, construtora ou incorporadora comum. “É essencial analisar todos os documentos e o estágio da obra, se ela ainda não estiver pronta. Também deve-se checar a idoneidade jurídica e financeira da empresa responsável pela negociação”, orienta o advogado Luis Portella, da área de direito imobiliário urbanístico e registral.

Leia também “Mercado de imóveis reflete momento da economia”.

Tags: aluguel casa própria imóveis investimento outlet

Veja mais