Planeje suas viagens com antecedência

Planeje suas viagens com antecedência

Férias é aquele período do ano em que você tem a oportunidade de descansar, passar mais tempo com as pessoas queridas e ainda conhecer lugares diferentes. E, por incrível que pareça, é possível  curtir tudo isso gastando pouco.

Para começar, é preciso escolher bem o roteiro da viagem. “Mesmo que tenha decidido ir para a praia, pesquise, em várias regiões diferentes, quanto custa o hotel, o transporte, a alimentação e os passeios”, sugere o educador financeiro Mauro Calil, fundador da Academia do Dinheiro. A internet facilita a vida nessas horas. Dá pra acessar as páginas eletrônicas das agências de viagens, sites promocionais, além de blogs e portais especializados em viagens.

Depois de escolher o destino, o consumidor deve optar por comprar um pacote numa agência de turismo ou contratar todos os serviços isoladamente. Em geral, os pacotes custam mais caro porque todos os serviços (transporte, traslado, hospedagem e até alguns passeios, como city tour) já estão incluídos no preço final. Mas, se quiser economizar e houver disposição, é possível contratar cada um dos serviços isoladamente.

Se você está viajando para o exterior pela primeira vez, a recomendação é comprar um pacote turístico, por um motivo simples: as agências de viagens oferecem guias e tradutores, uma grande ajuda quando não se fala a língua do país visitado. Algumas agências dividem o valor do pacote em até 10 vezes sem juros. A seguir, você aprende mais algumas estratégias para fechar bons negócios, economizando o máximo possível.

Hospedagem
Quando estiver pesquisando onde vai ficar, atente-se para a localização, que faz toda a diferença no preço. Hotéis que estão um pouco mais distantes de pontos turísticos são mais baratos. Mas é preciso considerar qual será o meio de transporte usado durante a viagem. Se a ideia é viajar de carro ou se o próprio hotel oferecer translado gratuito para alguns pontos turísticos, a opção pode ser vantajosa.

Se pretende viajar em grupo e permanecer por mais de cinco dias, avalie a possibilidade de alugar uma casa ou apartamento. O processo nem sempre é tão rápido quanto o de alugar um quarto de hotel. Porém, com a ajuda de imobiliárias e da internet, pode-se encontrar opções adequadas às suas necessidades. “A vantagem de locar um imóvel é que se pode cozinhar e economizar até mesmo na refeição”, diz o professor de finanças Samy Dana, da Fundação Getúlio Vargas de São Paulo (FGV-SP).

Passagens
Comprar as passagens de avião com alguma antecedência pode garantir uma grande economia. “Ao contrário do que se imagina, quem compra com muita antecedência geralmente paga mais caro, pois as companhias aéreas não costumam fazer promoções com validade superior a seis meses”, alerta Passada. O extremo também não traz bons resultados: comprar na última hora é sempre mais caro, já que as companhias aéreas cobram os preços mais altos de quem precisa viajar com urgência.

De acordo com o advogado, para uma viagem no Brasil, em época de baixa temporada, a antecedência recomendada é de 25 a 40 dias. Na alta temporada, como a procura é maior, a recomendação é programar-se 60 a 90 dias antes. Já para os destinos internacionais, é preciso comprar as passagens de 30 a 60 dias antes, na baixa temporada, e de 60 a 120 dias antes, na alta.

Transporte
Pesquise a disponibilidade de transporte público no destino escolhido. Há cidades no Brasil e no exterior que oferecem tíquetes de uso ilimitado para metrô ou ônibus por um período de tempo, que vai de três dias a um mês. Se este não for o caso do seu destino, considere gastos com táxi ou aluguel de carro. Mas lembre-se que fazer alguns trajetos a pé faz parte do ritual de conhecer o local escolhido para passar as férias.

Tags: consumo família férias planejamento financeiro

Veja mais