Três caminhos para sair do vermelho

Algumas opções de empréstimos oferecem juros mais baixos

Ninguém está livre de imprevistos. E, quando o assunto é dinheiro, o ideal é estar sempre preparado para eles, mantendo uma reserva destinada especialmente a gastos que não foram planejados. Mas, quando a situação já fugiu ao controle, o empréstimo pode ser a única solução para quitar dívidas e evitar que seu nome caia numa lista de inadimplentes. Mesmo assim, é preciso muito cuidado: “Empréstimos com juros altos devem ser evitados”, alerta o consultor financeiro Erasmo Vieira, autor do livro Viva em Paz com Seu Dinheiro (Editora Armazém de Ideias). Veja algumas opções de empréstimos com juros mais baixos.

Crédito consignado

Vantagens: a taxa de juros é o maior atrativo.O crédito pessoal consignado para pessoa física está variando de 1,61% a 6,53% ao mês, conforme a instituição financeira, segundo dados do Banco Central. São números bem menores do que os juros do cheque especial, que podem chegar a até 15,38% ao mês. Outra vantagem é a forma de pagamento: as parcelas são debitadas diretamente do salário ou do benefício do INSS. Assim, não há risco de você esquecer a data de pagamento. E é exatamente essa segurança ao credor que torna as taxas de juros mais baixas.

 

Desvantagens: você pode ter uma surpresa bastante desagradável quando receber o contracheque do mês. Lembre-se de que, além do desconto do empréstimo, há vários outros descontos regulares que tornam o seu salário bruto bem diferente do líquido. Outro perigo do crédito consignado é a sua própria facilidade: você pode cultivar o péssimo hábito de buscar empréstimos, em vez de organizar a vida financeira.

Refinanciamento de imóvel

Vantagens: o crédito pessoal com garantia de um bem, também conhecido por hipoteca reversa ou “home equity” também tem taxas bem atrativas. As da Caixa, por exemplo, estão entre 1,27% e 1,65% ao mês. Outra vantagem é a possibilidade de poder financiar valores bem maiores: algumas instituições bancárias liberam até 50% do valor do imóvel.

Desvantagens: você abre mão da segurança de ter o seu imóvel quitado e, dependendo do valor financiado, terá que arcar com parcelas bem altas.

Antecipação da restituição do Imposto de Renda

Vantagens: pela segurança que oferece à instituição financeira, as taxas também são baixas, semelhantes às do crédito consignado.

Desvantagens: Embora com taxas mais baixas, ainda assim incidem juros sobre esse dinheiro, o que o torna “caro”. Não use esse recurso para adquirir nenhum bem; só vale a pena para pagar outras dívidas mais caras como as do cheque especial ou cartão de crédito.

 

Tags: crédito consignado dívidas Dívidas e Financiamentos Erasmo Vieira finanças imóvel imposto de renda

Veja mais